Buscar
  • Jordana Schneider

Pole Dance X Musculação

Lá na caixinha de perguntas do Instagram, essa dúvida se repetiu algumas vezes. Sempre com o termo "academia" no lugar de musculação. Primeiramente, quero deixar claro aqui que não tenho formação alguma na área de educação física e afins. Tenho apenas curiosidade, um pouquinho de vivência, pessoas que aguentam as minhas perguntas e disposição para usar o Google a meu favor.


O Pole Dance trás vários benefícios físicos assim como a musculação. Já toquei nesse assunto aqui no blog algumas vezes, principalmente ao falar de propriocepção nesse post aqui. Mas são resultados diferentes em tempos diferentes. Então para escolher entre um e outro, é preciso primeiro definir o seu objetivo.


Bem-estar

Há quem queira ou deva se mexer um pouco, sair de um estado de sedentarismo. Ou porque quer mudar a rotina com algo diferente ou porque a saúde já está pedindo. Aí o leque de escolhas é infinito! Caminhadas regulares no parque, futebol com as amigas uma vez na semana, aulas de dança, academia,... Fazer sozinho ou acompanhado, o importante é se mexer. As caminhadas ainda são para mim o meu momento, às vezes de apenas pensar na vida e olhar ao redor, às vezes de colocar meus podcasts favoritos em dia.



Emagrecimento

Novamente esse ponto aqui porque emagrecer é sim uma preocupação da maioria das mulheres. Mesmo que a gente se ame e ame o nosso corpo, parece que nunca estamos satisfeitas com o resultado da balança. Mas será que realmente não estamos satisfeitas ou a gente acha que não temos que estar satisfeita? Deixo essa pergunta para você. Na entrevista com a Edi Reis aqui, ela disse que o emagrecimento para ela foi uma consequência de querer evoluir no Pole Dance e nas competições então eu acho que sim, o Pole pode ajudar a emagrecer.



Esse assunto é muito delicado não por ser polêmico, mas porque eu tenho uma grande crença de que são profissionais da área de saúde os únicos que podem dizer a uma mulher se ela deve ou não emagrecer. Então antes de definir se vai de musculação ou Pole, procure um profissional de sua confiança para traçar um plano juntos. E que fique bem claro que o Pole é para todos os corpos, querendo emagrecer ou não! E repito aqui algo que disse no Instagram para uma seguidora, que independente do peso todos temos corpos diferentes, limites diferentes, até medos diferentes quando se trata de tentar algo novo como iniciar no Pole Dance. Só precisamos procurar o lugar que nos acolha como somos e como queremos ser.


Tônus muscular

Em questão de força, há empate entre o Pole e a musculação. Até porque nas aulas de pole há um tempinho separado para fortalecimento de membros específicos e de tanto praticar os movimentos o nosso corpo vai se fortalecendo também. Mas trabalhamos de forma muito mais ampla no corpo, diferente da musculação que tem o dia de pernas, ombros e costas,..


Por isso que temos um resultado na aparência mais rápido com a musculação do que com o Pole. E juntar os dois foi a melhor coisa que já fiz no meu físico, nunca pensei que ia gostar de ter as costas definidas e adorei! Sem falar que treinar cardio na academia ajudou muito no meu fôlego durante as coreografias e a força adquirida na musculação me ajudou a conseguir focar mais nas técnicas do Pole e não se vou aguentar me segurar na barra. Agora, tristemente, to aqui nesse isolamento vendo todos os meus músculos murcharem... Mais um incentivo pra começar tudo de novo depois.



Musicalidade

Esquecendo um pouco a palavra musculação e focando na academia, há aulas de zumba, fit dance, e várias outras que vão trabalhar a musicalidade em você. No Pole Dance há diversas aulas também, Pole Sexy e Chair Dance por exemplo que são mais voltadas ao sensual, ou ainda o Pole Arte que é mais voltado ao lado artístico do Pole, da dança e não necessariamente sensual. E musicalidade é sentir o ritmo e se mover com ele, encaixar movimentos e improvisos de uma forma linda de se ver e libertadora de sentir. Vai muito da sua preferência, e você só vai saber fazendo. Portanto faça aulas experimentais de tudo sempre que puder e onde puder para escolher o que mais gostar.



Flexibilidade

Ah nosso amado flex, esse o Pole ganha de disparada. Vejo muitas poleamigas super saradas da academia começarem o pole achando que vão arrasar por serem fortes e terem alguns movimentos básicos atrapalhados pela falta de flexibilidade. Não estou dizendo que elas deveriam ser menos fortes, mas sim que no processo de ficarem fortes a flexibilidade não foi o foco delas. Então sim, elas terão que trabalhar o flex muito mais que antes agora que estão no Pole. Mas não vejo nenhuma delas arrependidas ou desanimadas por isso, pelo contrário, estão arrasando nos próprios objetivos!


Fui atrás da Barbara Broska que sentiu na pele a mudança do corpo acostumado com musculação quando iniciou o pole. O que ela me explicou foi que por mais que você que faz uma musculação de alta intensidade se alongue, nunca terá a mesma flexibilidade que nem uma pessoa que tem uma densidade muscular mais baixa. Sem falar que a musculatura se contrai durante os movimentos no pole e você não consegue achar as travas na barra, o que gera um desconforto, dor e hematomas. Além de tudo isso ainda tem o medo, que você demora tanto para descobrir as travas do seu corpo sem que os músculos atrapalhem que mesmo com a instrutora do lado te dizendo que você está travada e não vai cair, rola uma insegurança.



Minha dica? Repito a que já dei várias vezes no blog, faça aulas experimentais de tudo sempre que puder e onde puder para escolher o que mais gostar. Só aaacho que se você tiver que escolher só um, vai acabar ficando com o Pole, mas sem pressão rsrsrsrsrs


#poledanceparainsistentes #poledance

217 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Curitiba, Paraná, Brasil.

  • TikTok
  • Instagram

©2019 by Pole Dance para Insistentes.

Proudly created with Wix.com